fbpx
Manchetes Obesidade

Um marco no tratamento da obesidade: semaglutida reduz eventos cardiovasculares em não diabéticos

Escrito por Ícaro Sampaio

A semaglutida é um análogo do GLP-1 de longa ação  que promove a perda de peso por reduzir a ingestão calórica e aumentar a saciedade, ao mesmo tempo em que promove a melhora do controle glicêmico devido ao seu efeito incretínico. No programa STEP (Semaglutide Treatment Effect in People with obesity), a droga mostrou ser eficaz e segura para tratamento da obesidade, na dose de até 2,4 mg por semana.

No estudo SUSTAIN-6, com uma população de pessoas portadoras de diabetes mellitus, de alto risco cardiovascular, a semaglutida subcutânea na dose de 0,5 e 1,0 mg apresentou superioridade em relação ao placebo na redução do MACE ( IAM não fatal, AVC não fatal e morte de causa cardiovascular). Mas, não havia até o momento nenhuma evidência de que a semaglutida, ou qualquer outra medicação utilizada para tratar obesidade, fosse capaz de reduzir eventos CV em pacientes com obesidade, sem diabetes mellitus.

Na presente data, a Novo Nordisk anunciou  os principais resultados do estudo SELECT. Trata-se de um estudo duplo-cego que comparou a semaglutida 2,4 mg por via subcutânea uma vez por semana com placebo  para prevenção de eventos cardiovasculares (MACE) durante um período de até cinco anos. O estudo inscreveu 17.604 adultos com 45 anos ou mais com sobrepeso ou obesidade e doença cardiovascular estabelecida, sem histórico prévio de diabetes. O SELECT alcançou seu objetivo primário ao demonstrar uma redução de eventos CV de 20% para pessoas tratadas com semaglutida 2,4 mg em comparação com placebo. 

O anúncio da empresa destacou ainda que o tratamento com semaglutida se relacionou significativamente com uma queda na incidência de cada um desses três desfechos individuais; a magnitude dessas reduções, no entanto, não foi especificada. Os resultados também mostraram um nível de segurança e tolerância do paciente que foram consistentes com estudos prévios sobre a droga. 

O SELECT já é um marco histórico no tratamento da obesidade. Agora, nos resta aguardar ansiosamente pela publicação do estudo completo para uma análise mais detalhada, que inclua também suas limitações.

Referência:

https://www.globenewswire.com/news-release/2023/08/08/2720343/0/en/Novo-Nordisk-A-S-Semaglutide-2-4-mg-reduces-the-risk-of-major-adverse-cardiovascular-events-by-20-in-adults-with-overweight-or-obesity-in-the-SELECT-trial.html

 



Banner

Banner

Banner

Banner

Sobre o autor

Ícaro Sampaio

Graduação em medicina pela Universidade Federal do Vale do São Francisco
Residência em Clínica Médica pelo Hospital Regional de Juazeiro - BA
Residência em Endocrinologia e Metabologia pelo Hospital das Clínicas da UFPE
Título de Especialista pela Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia
Editor Endocrinopapers
Médico Endocrinologista no Hospital Esperança Recife e Hospital Eduardo Campos da Pessoa Idosa

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: