fbpx
Gônadas

Síndrome dos ovários policísticos e diabetes gestacional: qual a real associação?

Escrito por Erik Trovao

A síndrome dos ovários policísticos (SOP) é uma das doenças mais prevalentes em mulheres em idade fértil e o seu impacto vai além dos aspectos reprodutivos. Afinal, esta condição está associada a aumento do risco de doença cardiometabólica. Desta forma, componentes da síndrome metabólica, como disglicemia, hipertensão arterial sistêmica e dislipidemia de padrão aterogênico, são mais prevalentes em mulheres com SOP. Mas qual seria a associação entre síndrome dos ovários policísticos e diabetes gestacional?

Sabemos que a SOP aumenta o risco de diabetes gestacional, uma vez que um número expressivo de mulheres com a doença já apresenta resistência insulínica antes da gestação. Mas exatamente de quanto seria esse aumento? E, considerando que mulheres com SOP e IMC normal também podem desenvolver resistência à insulina, será que o risco de diabetes gestacional é o mesmo independente do peso da mulher, como já reportado por alguns estudos?

Estudo recente, realizado no Canadá e publicado no Journal of Obstetrics and Gynaecology Canada respondeu algumas destas dúvidas. Para isto, os pesquisadores analisaram mais de um milhão de nascimentos entre 2006 e 2018, dos quais quase 400 mil estavam associados ao diagnostico de SOP materno.

Ao comparar o grupo de mulheres com SOP com o de mulheres sem SOP, o risco relativo ajustado de diabetes gestacional foi de 1,05 entre aquelas com SOP; ou seja, a síndrome dos ovários policísticos esteve associada com um aumento de 5% no risco de desenvolver diabetes gestacional.

Indo mais além, os autores utilizaram um método analítico para estimar qual seria o papel da obesidade no aumento deste risco. E encontraram que a obesidade foi responsável por 89,7% da associação de SOP com diabetes gestacional, reforçando que o maior IMC é a principal condição relacionada a esta complicação obstétrica neste grupo de mulheres.

Esses dados apenas reforçam a mudança de estilo de vida acompanhada de perda de peso como pedra angular do tratamento da SOP, independente da queixa e do desejo da paciente. Naqueles, então, cujo foco principal é a gestação, parece cada vez mais importante um foco maior na perda de peso antes da concepção, com o objetivo de diminuir o risco de complicações obstétricas, especialmente de diabetes gestacional.



Banner

Banner

Banner

Banner

Sobre o autor

Erik Trovao

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: